Acabou o Carnaval e o Orçamento.

Por: Eduardo Mielke | Data: 22/02/2018 09:29:00

Se o Turismo do seu Município não perdeu boa parte do Orçamento aprovado para 2018, uma parte significativa com certeza foi. Os números que recebo em consultas feitas através do Blog de Capacitação Gestão & Política de Turismo no Município, chegam até 80%. E não são poucas as Prefeituras que seguem o mesmo itinerário. A vasta maioria ainda mantém este mau hábito em usar os recursos do Turismo para o Carnaval, reforçando aquela infeliz ideia de que a Secretaria só serve mesmo para fazer festas!

Não é a toa que muita gente acaba por usar esta má gestão em todos os níveis para justificar a falta de ações por parte da Secretaria de Turismo como um todo. A alegação do “estou sem recurso” que a partir de meados de Maio se tornará regra, passa a ser o modus operanti comum. É um vício que resulta por deixar o resto do ano “morto” e com Secretários e Secretarias sem prestigio.

E como consequência direta, esta inoperância força algumas pseudo mobilizações, normalmente  vindas do empresariado local com o terceiro setor. São iniciativas bem interessantes, mas que em muitos casos se mostrará pontual. Em outras palavras, trata-se de um baita e verdadeiro tapa buraco, de um buraco criado por um posicionamento nada estratégico do Turismo dentro da política do município.

A solução deste vício helicoidal que nos enterra cada vez mais para o fundo, onde a luz quase não chega, está na cooperação, inclusão e assunção do papel de cada um. Logo o que fazer na prática? Mesmo porque, ano que vem tem Carnaval outra vez, não é mesmo?

PRIMEIRO PASSO. Pare de reclamar. Chame o COMTUR e abra o jogo. Mostre o que você tem realmente disponível (A Sec da Fazendo irá te ajudar), considerando aquilo ainda que o Prefeito pode remanejar. Ouça, os empresários e o terceiro setor.  Seja transparente! Discuta com o conselheiros possíveis usos dentro daquilo que sobrou. Agora é hora de mostrar a que você veio. Articule.

Com isso….

SEGUNDO PASSO. Nesta falta de tudo, aproveite este movimento e momento, invertendo  o sentido daquela espiral!! Coloque em prática a execução da gestão do turismo através do COMTUR. Dê poder e legitimidade a ele. Sem recurso, você pode não ter atenção pelo orçamento que carrega, mas poderá ter respeito e prestígio pelo movimento de pessoas e entidades que estará liderando. Você só tem a ganhar. Coloque o COMTUR como instrumento de cooperação, instituindo-o como a arena de negócios e articulação política. Dê poder e legitimidade a ele. Faça dele seu porto seguro.

TERCEIRO PASSO. Se conseguir ao longo do ano concretizar o SEGUNDO PASSO, com um COMTUR sem ser chapa-branca, com legitimidade e autonomia necessários, você terá a oportunidade e tempo de propor projetos e ações mais interessantes para o Carnaval de 2019, adequados e justos com relação ao uso dos recursos da Prefeitura. Mostrará poder de articulação, mobilização e realização. A pressão sobre a sua pasta diminuirá na proporção inversa que seu prestígio e trânsito aumentarão.

O resto é história. Os resultados do turismo no seu Município são consequências deste processo. Hoje em dia é mais do que sabido que qualquer campanha de mídia, por simples que seja, deve ser feita de forma cooperada com os empresários turísticos da sua Cidade. Secretário, você não tem para onde correr. A oportunidade está posta.

Ah! Importante: Se não chegar ao TERCEIRO PASSO…volte ao PRIMEIRO…

Mas, poderá é claro, seguir fazendo mimimi, dizendo por aí que não pode fazer nada, pois não tem recurso blábláblá….aí, Secretário…a opção é sua. #vazasecretariomimimi



• Eduardo Mielke auxilia Governos na busca por  processos cooperativos que resultem numa melhor articulação entre ele, Terceiro Setor e o Empresariado. 

Palestras, Workshops e treinamentos? Escreva para eduardomielke@yahoo.com.br

Deixe seu comentário

Comentários