Regulação do turismo rodoviário em debate com a ANTT em Florinópolis

Por: Redação | Data: 09/08/2019 10:18:00

Algumas das mais belas estradas do mundo ficam em Santa Catarina. (Foto: Arquivo)

 

Com mais de 500 km de costa marítima e uma malha viária formada por aproximadamente 3,6 mil km de rodovias federais e 7,2 mil km de rodovias estaduais, Santa Catarina possui enorme potencial para alavancar ainda mais o segmento do turismo rodoviário. Algumas dessas estradas, com destaque para a famosa travessia da Serra do Rio do Rastro (SC-390), com suas 284 curvas de tirar o fôlego em apenas 25 Km, já são atrações antes mesmo de chegar ao destino. 

Embora o avião seja o meio de transporte mais requisitado pelos viajantes brasileiros, o carro e o ônibus são opções interessantes quando não há aeroportos próximos ou se deseja conhecer mais de um destino em uma única viagem. 

Apostando no potencial do Estado para o transporte rodoviário de passageiros, autoridades e entidades ligadas ao segmento reforçam a necessidade de regulamentação desse serviço. 
 
A revisão do marco regulatório do turismo rodoviário será tema de uma reunião participativa promovida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) na próxima terça-feira, dia 13, em Florianópolis. O objetivo do encontro é discutir a regulamentação nacional do serviço de transporte rodoviário de passageiros, realizado em regime de fretamento. 

O evento conta com apoio da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) e da Associação das Empresas de Transporte Turístico e de Fretamento de Santa Catarina (Aettusc). A reunião será realizada a partir das 14 horas, na sala Campeche, no CentroSul, em Florianópolis, onde acontece, até dia 15/08, o 32º Encontro Catarinense de Hoteleiros (Encatho & Exprotel).

A realização do debate foi uma demanda do movimento #Descatraquejá, formado por integrantes de destinos turísticos e da iniciativa privada dos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. O grupo pleiteia a flexibilização da cadeia do turismo rodoviário, espelhando-se em um modelo bem sucedido na Europa, onde o circuito é aberto e há possibilidade de multiembarque, o que permite a flexibilização das viagens de grupos de passageiros.

A presidente da Santur, Flavia Didomenico, reforça a necessidade de consolidar o turismo rodoviário em SC para dinamizar o fluxo de turistas entre os destinos: "Precisamos escutar o setor para definir as políticas públicas do Turismo. Nosso papel é ajudar a fomentar o mercado".

Deixe seu comentário

Comentários