Flávia Matos fala sobre a parceria entre o Airbnb e o governo de SC

Por: Redação | Data: 27/06/2018 10:47:00

Flávia Matos, gerente de Relações Institucionais do Airbnb no Brasil. (Foto: Divulgação)

 

Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) firmou com a empresa Airbnb um Memorando de Entendimento com o objetivo exclusivo de ter acesso às estatísticas de utilização da plataforma em Santa Catarina. De acordo com representantes do governo, os dados auxiliarão no planejamento de estratégias e políticas públicas voltadas ao desenvolvimento sustentável do turismo.  

A parceria possibilitará ampliar a coleta de dados que a Secretaria já realiza por meio do Observatório do Turismo e que se somará ao Núcleo de Informações Estratégicas que está sendo constituído. Será mais uma ferramenta para agregar dados que sustentarão o direcionamento das ações para o fomento do turismo no estado.  Nessa entrevista exclusiva para o Portal Tradetur a gerente de Relações Institucionais da Airbnb no Brasil, Flávia Matos, fala sobre essa parceria, regulamentação da atividade e ações no mercado catarinense do Turismo da Experiência. Confira:

 

Tradetur - Você pode descrever em que medida os dados compartilhados pelo Airbnb poderão contribuir com a definição de ações do governo? Quais os principais conjuntos de dados que serão disponibilizados?

Temos um compromisso global de trabalhar junto com os governos para apoiar ações e projetos que busquem desenvolver o turismo de maneira responsável em suas comunidades. Além de ser sustentável, este conceito busca descentralizar os ganhos do setor para mais pessoas, além de fortalecer e desenvolver os comércios locais. Somos uma empresa com mais de dez anos de existência e com números expressivos em vários países, incluindo o Brasil.

O foco do nosso acordo é compartilhar estatísticas com o Observatório Estadual do Turismo sobre o uso da plataforma em Santa Catarina. O perfil dos viajantes, quanto tempo ficam, de onde vêm e o número de pessoas em cada reserva são alguns exemplos de dados que podemos fornecer. Sabemos que nos processos de planejamento turístico, a informação apurada é um ativo fundamental. A partir deste compilado, os técnicos poderão fazer análises e definir onde alocar os recursos para que os impactos econômicos do turismo beneficiem a população de Santa Catarina como um todo.

 

TT - Essa parceria leva em conta iniciativas de diversos destinos, inclusive aqui em Santa Catarina, e que visam regulamentar as operações envolvendo locação por aplicativo como o Airbnb? A regulamentação da atividade em Santa Catarina já é previsto pela empresa?

Em primeiro lugar, é preciso dizer que não é porque a transação ocorre por meio da plataforma que se descaracteriza o fato de que a operação realizada entre o hóspede e o anfitrião é uma locação para temporada, ou seja, uma atividade legal e já regulamentada no Brasil. No entanto, entendemos que, por conta da eficiência e escala que o Airbnb trouxe para esta atividade, podem haver questões que exijam ajustes por parte dos governos. E nós sempre estivemos abertos ao diálogo, como neste caso, em que fomos procurados pela Secretaria para discutir a parceria. Por isso, reitero, nós trabalhamos com governos de cidades, estados e países no mundo inteiro para garantir que eventuais novas regras levem em consideração o benefício da sociedade, o direito de escolha dos consumidores e ajudem nossa comunidade a pagar impostos aplicáveis. Temos orgulho de ter celebrado acordos tributários em mais de 400 jurisdições, com a coleta e remessa de mais de US$ 510 milhões em impostos aplicáveis em todo mundo."

 

TT - Qual o tamanho do marketplace de acomodações do Airbnb em Santa Catarina?

Temos mais de 25 mil anúncios ativos no Estado.

 

TT - O portfólio do Airbnb sobre 'experiências' incluirá destinos catarinenses? caso positivo, quais?

Lançamos agora em junho as Experiências em São Paulo – no Rio estamos desde o ano passado - e estamos com sistema aberto para cadastramento de propostas em todas as cidades do Brasil, o que inclui as cidades catarinenses. Em Florianópolis, já temos experiências ligadas ao surf, um esporte muito popular na região, e resultado de uma parceria que firmamos com a Liga Mundial de Surf este ano. Com as Experiências, os moradores têm a oportunidade de compartilharem seus hobbies e paixões por esporte, gastronomia, arte, dança, música ou natureza com os viajantes, e ainda garantir uma renda extra. Desta forma, o Airbnb reforça sua missão de reunir pessoas e lugares em uma única plataforma de viagens.