PMF prorroga prazo para consulta pública sobre Parque Urbano e Marina

Por: Redação | Data: 17/01/2019 18:03:00

O prazo para consulta pública sobre o Parque Urbano e Marina da Beira Mar, que terminaria nesta quinta-feira, 17 de janeiro, foi prorrogado por mais quinze dias pela Prefeitura Municipal, terminando portanto, no dia 1º de fevereiro. Após a data, a próxima etapa é de verificação das empresas que tenham interesse em obter concessão para uso da área.

O Parque Urbano e Marina Beira Mar será totalmente executado com recursos privados a partir da concessão do espaço para empresas privadas que vencerem o edital, que terá validade de 30 anos, podendo o contrato ser prorrogado por mais 30. Todos os investimentos e despesas para construção, operação e manutenção  serão de responsabilidade da concessionária, que terá de obter as licenças ambientais, bem como custos de instalação de aterros, obras de drenagem, diques de proteção e obras de modificação do sistema viário, necessárias para a adequação do empreendimento à região. 

No link www.pmf.sc.gov.br/sistemas/consulta/parqueMarina/projeto.html é possível conferir detalhes sobre o projeto, versão atualizada do edital, termo de referência, minuta de contrato para escolha da empresa interessada em executar a construção do Parque Urbano e Marina Beira Mar e formulário para que a população local envie dúvidas e sugestões sobre o projeto.

Uso do Espaço

Segundo a PMF, o empreendimento tem como objetivo resgatar a relação da cidade com o mar, ampliar as opções de lazer na região de maior densidade demográfica da cidade e região, geração de novos empregos e oportunidades, favorecer o desenvolvimento náutico do município e incrementar o turismo, são apenas alguns dos objetivos do Parque, um dos maiores projetos náuticos do País. 

A cidade, que já foi considerada uma uma importante rota marítima nos séculos 18 e 19, agora busca uma forma de retomar essa característica, implantando o ousado empreendimento.Apoiado pelas principais entidades empresariais locais, o projeto foi pensado para atender uma demanda reprimida no segmento náutico e também para fortalecer as atividades econômicas existentes no entorno como: serviços, gastronomia, hotelaria e comércio, por meio da construção de um espaço de lazer com novas possibilidades de usos e espaços para a prática de esporte, lazer e descanso.

“Quando o projeto estiver em pleno funcionamento, vai fazer com que as nossas opções de lazer e descanso junto às nossas famílias sejam ampliadas. A área já é muito utilizada e frequentada pela população e além de aquecer o turismo náutico da região, que carece de uma iniciativa como essa, vai gerar ainda mais empregos, renda e movimentar as atividades econômicas que estão localizadas próximo ao empreendimento”, afirma o Prefeito da Cidade de Florianópolis, Gean Loureiro.

Investimentos

Projeções realizadas pela Prefeitura de Florianópolis, os investimentos a serem feitos pela empresa privada vão girar em torno de R$ 88 milhões de reais. Ainda de acordo com a administração municipal, as cerca de 650 vagas vão gerar quase 2 mil empregos diretos. Considerando dados de outras regiões do mundo, cada embarcação gera aproximadamente, 7 empregos diretos.

Sobre o projeto

Com 123 mil metros quadrados na orla para o parque urbano e 179 mil metros quadrados de espelho d’água privado, a marina será protegida por um quebra-mar e terá píer flutuantes com capacidade para cerca de 650 vagas privadas (de 120 a 40 pés) e 60 vagas públicas (de 40 a 30 pés), além de um píer para embarcações de transporte marítimo.“O projeto será implantado com recursos da iniciativa privada, porém, é dever da gestão pública, incentivar iniciativas que venham a engrandecer e incrementar o turismo na nossa bela cidade de Florianópolis, que já é reconhecida em todo país e no mundo inteiro, por suas belas praias e trilhas paradisíacas”, afirma o secretário de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Florianópolis, Juliano Richter Pires.

Localização

De acordo com o projeto, a área indicada para a execução do empreendimento está situada na Avenida Rubens de Arruda Ramos, mais conhecida como Beira Mar Norte, entre as coordenadas 27°35'10.27"S e 48°33'13.31"O, desde a Praça de Portugal até a Praça do Sesquicentenário. Em direção ao mar, adentra por cerca de 315 metros, com profundidades que variam de 1,5 a 4 metros.

Turismo náutico no Brasil

De acordo com informações sobre turismo náutico no Brasil publicados no portal online do Ministério de Turismo, o Brasil é um dos países com maior potencial no segmento. Com um litoral de cerca de 7,5 mil quilômetros de extensão e 9,5 mil quilômetros de margens de reservatórios de água doce e uma das maiores redes fluviais do mundo, apresenta grandes cidades em destaque nesse sentido, como: Fortaleza (CE), Fernando de Noronha (PE), Natal (RN), Rio de Janeiro (RJ), e Florianópolis, com mais de 40 praias, duas lagoas e um costão.

Deixe seu comentário

Comentários